terça-feira, 27 de setembro de 2016

Domingo, como outro qualquer .....

Domingo, como outro qualquer...
Enquanto preparo o chimarrão, faço os preparativos para o almoço.. Tempo sem chuva, sol meio tímido, paz e tranquilidade.

Um porém, todo especial: há dois meses hoje, minha querida mãe partiu... A saudade é imensa. Acordei com lágrimas nos olhos, lembrando de tantos momentos especiais desde a infância... Na adolescência, na vida adulta, quantas alegrias e quantos percalços passou. Lembro de sua cozinha limpinha, seu fogão a lenha com as panelas brilhando, os filhos, que eram dez, a chamando... Dos temas de casa, que , enquanto fazia o almoço, me ensinava... De uma inteligência e memória excelente, quanta cultura nos passou dos jornais que lia, das histórias que nos contava, a maneira como nos ensinava a lavar as roupas brancas, alvejadas pelo sol... minhas crianças pequenas que as acolhia, os mesmos que na fase adulta lhes deram tanto carinho e afeto...as surpresas que lhe preparavam em seus aniversários... Foi uma mãe e avó, humilde, persistente, corajosa, que enfrentou perdas e percalços, sempre labutando. Os pequenos consertos domésticos que fazia, desde uma tampa de panela, até uma máquina de costurar...ela nos passou tantos ensinamentos...as costuras e os pontos perfeitos, com muito capricho. Tudo era  alinhavadinho  antes da costura. Foi uma vida passada junto, residindo pertinho. Sua missão foi cumprida. Cabe a nós, seus filhos, sua geração, dar continuidade a caminhada que cada um escolheu, dentro dos parâmetros de integridade e trabalho. Hoje, sua nova morada, é um cantinho todo especial, de muita luz e paz, junto ao nosso Papai e seus três queridos filhos que a antecederam na eternidade.

   Editado em set de 2015.
   Reeditado hoje, 27/09/2016
          Luiza m manfredi


Nenhum comentário: