domingo, 27 de março de 2016

Sertão, minha terra natal.

SERTÃO, MINHA TERRA NATAL
Surgida das verdes matas
em seu marco os imigrantes,.
raízes aqui plantaram
trabalhando arduamente.
Alicerces aqui deixaram
origem de nossa gente.
Moradias humildes, sem conforto
Infelicidade não existia...
nada impedia sua caminhada.
Habituados às lutas do dia a dia
apostavam no sucesso da jornada.
Criaram seus filhos que formaram Sertão
Idealistas apostavam na vitória.
Deixaram sementes de exemplo e afeição.
Antepassados nossos guardados na memória
dádivas de amor, trabalho e tradição
Marcaram as páginas de nossa história!
Luiza  Menin Manfredi

Sertão, out/96.

Poema escrito nos anos 90, em meus cadernos de registros.

Nenhum comentário: