domingo, 9 de novembro de 2014

Velhas cartas que o tempo não apaga...

Ainda trago guardadas
doces cartas  de outrora
escritas à mão, com caneta
caligrafia caprichada...
palavras  bem pensadas...
já seguiam ou vinham perfumadas
registrando fatos  do passado ...
agora um pouco amareladas
com doce sabor de saudade
hoje canetas e cartas esquecidas
tudo é digitado e/ou copiado
não tem mais aquele sabor
dos textos  criados com amor
caligrafia feita com cuidado
para enviar ao bem amado!
Tudo ficou no passado...
Luiza


Publicado no Recanto das letras
em 09/11/2014 - 12 horas

Nenhum comentário: